A yoga aborda o trabalho de restaurar a saúde e a harmonia de duas maneiras: pela remoção dos obstáculos que bloqueiam nosso caminho e pela revelação da presença inabalável da paz, consciência e alegria interior. Cada um de nós vive simultaneamente em um mundo interior – um mundo de pensamentos, emoções e sensações -, e em um mundo exterior, um universo com o qual interagimos. Nosso sucesso como seres humanos depende na nossa habilidade para viver em ambos os mundos. Para alcançar essa conquista, precisamos de um método que nos ajude a desenvolver autoconsciência e, ao mesmo tempo, mostrar como podemos criar harmonia em nosso relacionamento com o mundo exterior.

As práticas de yoga são como um espelho. Elas proporcionam um conhecimento experimental exclusivo que traz um grau apaziguador de satisfação e revelação. No coração da yoga há mensagem de que cada ser humano é, por natureza, equilibrado e completo, e que esse lado interior equilibrado não pode ser permanentemente destruído ou danificado. É nossa própria natureza. A yoga é um método para aumentar o conhecimento dessa interioridade. Durante o processo, cada nível de personalidade recebe atenção, pois a mente torna-se saudável quando os conflitos forem resolvidos. Ela é libertada para ter uma concentração e reflexão mais profundas.

A prática também nos auxilia exteriormente, esse método nos permite agir de acordo com nossas necessidades, aprendemos a fortalecer e equilibrar o corpo, alinhar a coluna e reeducar a respiração.

A respiração é uma ciência profunda que poucos de nós apreciam. Concentramo – nos apenas nas características mais óbvias da respiração, sem suspeitar que ela também pode ser uma porta de entrada para o entendimento de si mesmo. A qualidade da respiração diária influencia a qualidade de vida – e a respiração pode nos levar a um estado de equilíbrio interior.

Por fim, a yoga é conhecida por alcançar o principal objetivo da vida: a realização direta de nossa verdadeira natureza.

“Para conhecer a verdade, temos de nos aprofundar em nós mesmos e não apenas ampliar a superfície.” – Sarvepall Radhakrishnan

 

Fonte bibliográfica: Yoga: dominando os princípios básicos/Sandra Anderson e Rolf Sovik; tradução Andréa Novais – São Paulo: Madras, 2013.

pt_BRPortuguese (Brazil)
pt_BRPortuguese (Brazil)